ERP para a nuvem: conheça a solução e seus benefícios.

Nos últimos anos, o fenômeno denominado big data elevou o volume de dados nas empresas, que passaram a processar, em média, o dobro de informações a cada dois anos, de acordo com o International Data Corporation (IDC), em ferramentas como o ERP para a nuvem.

Que essa evolução é vantajosa e aumenta o nível estratégico das empresas, não há como negar. Ao mesmo tempo, ela trouxe uma nova camada de desafios para o mundo corporativo, que se pergunta constantemente como integrar esses dados, tornando-os atualizados e disponíveis para a utilização estratégica nas empresas.

Nesse sentido, soluções como o ERP passaram por grandes transformações ao longo do tempo, saindo de uma estrutura local para o cloud computing.

Entenda neste artigo como realizar a trajetória do ERP para a nuvem e quais os benefícios de adotar essa mudança de uma vez por todas na empresa. Boa leitura!

ERP local x ERP na nuvem

Você certamente já ouviu falar no termo ERP, que é a abreviação de Enterprise Resource Planning. Sendo assim, sabe como as empresas precisam dele para controlar cada uma de suas áreas.

A grande diferença do ERP tradicional — aquele comumente usado pelas empresas — para o ERP na nuvem é a facilidade de acessar o sistema, onde os relatórios e informações ficam disponíveis na palma da mão por meio de qualquer dispositivo.

Como funciona o ERP para a nuvem

O ERP na nuvem funciona por meio de três principais frentes que se integram para que todo o potencial da ferramenta seja explorado. São elas:

  1. Camada de aplicação: que funciona como ponto de coleta, por onde os usuários inserem os dados na plataforma;
  2. Banco de dados: que grava, processa e transforma as informações em insights relevantes;
  3. Framework: que entrega os dados do ERP em estruturas específicas e relevantes para cada área na empresa.

Quais as vantagens de migrar o ERP para a nuvem

Muitos profissionais consideram o processo de migração do ERP para a nuvem trabalhoso. No entanto, essa atualização é bastante vantajosa para as empresas. Confira alguns dos benefícios da migração.

Segurança

Ao contrário do que se pensa, um ERP na nuvem é mais seguro do que um ERP local. Isso porque as tecnologias dos data centers tornam-se cada vez mais robustas e preparadas para garantir privacidade e proteger os dados de ciberataques.

Mobilidade

Um grande diferencial de ter o sistema na nuvem é acessar as informações de qualquer dispositivo e a qualquer momento.

Na situação atual, em que parte dos colaboradores está em home office, é imprescindível ter soluções acessíveis remotamente, garantindo, assim, a produtividade da equipe.

Mesmo em cenários normais, a mobilidade ainda assim é importante para que gestores e colaboradores consultem informações rapidamente em dispositivos móveis.

Custos

Embora muitas empresas não considerem a migração do ERP para a nuvem por conta dos altos custos, a verdade é que essa mudança gera economia para a empresa.

Isso porque a nuvem não envolve infraestrutura física, acabando com os custos de compra e manutenção de equipamentos.

Além de ter um valor menor, o investimento de um ERP na nuvem é previsível, pois não sofre grandes variações ao longo dos meses, facilitando o controle de fluxo de caixa nas empresas.

Quais os principais desafios da migração do ERP para a nuvem

Embora muito benéfico, a migração do ERP para a nuvem apresenta desafios a serem superados para o êxito do projeto. Confira quais são os principais.

Escolha do provedor

O primeiro desafio da empresa ao fazer a transição do ERP é encontrar um provedor para hospedar a aplicação.

Essa etapa requer atenção redobrada, visto que é preciso escolher um fornecedor que garanta capacidade técnica na solução e extenso know-how para desenvolver o projeto de acordo com o cenário atual da empresa, garantindo um processo tranquilo, consistente e sem falhas.

Migração

A fase de migração acende um sinal de alerta nas empresas, que temem perder o ritmo de seus processos internos nesse período.

Por esse motivo, é necessário criar um plano de migração e dividi-lo em etapas, garantindo que a empresa continuará a funcionar sem grandes contratempos durante o processo.

Treinamento e capacitação da equipe

Outro desafio do processo de migração do ERP para a nuvem é a capacitação da equipe, que precisará adequar sua rotina de trabalho para o novo processo.

Dessa forma, é importante contar com fornecedores experientes para treinar o time e garantir que a solução facilite a rotina dos colaboradores.

Como migrar o ERP para a nuvem

Defina quais as funcionalidades necessárias

Para iniciar a trajetória do ERP local para a nuvem, é preciso realizar um planejamento completo sobre as necessidades da empresa.

Nesse momento, é ideal reunir toda a diretoria da empresa e avaliar quais itens não podem faltar nesse novo sistema.

Escolha um fornecedor de nuvem e de software de ERP

A escolha do fornecedor é crucial para o sucesso da migração. Por isso, é preciso ser criterioso nessa etapa, avaliando:

  • Qual a capacidade técnica do parceiro em relação à solução oferecida;
  • Se a empresa é homologada para atuar em todas as nuvens públicas;
  • Se existe know-how da equipe de consultoria para a realização da migração de forma tranquila.

Faça a migração do ERP para a nova estrutura

Depois de planejar a migração e encontrar um fornecedor de confiança, é hora de traçar o plano de migração do ERP para a nova estrutura.

Comece definindo o banco de dados que armazenará as informações do ERP. Em seguida, inicie a implementação dessa nova estrutura, seguindo o cronograma previamente estabelecido e fazendo testes ao longo do processo.

Como vimos ao longo do texto, a migração do ERP para a nuvem é um passo essencial para que as empresas utilizem o poder dos dados em todo seu potencial.

Para isso, o ideal é contar com parceiros estratégicos que facilitem a migração da infraestrutura.

Se você deseja migrar o seu ERP para a nuvem, conheça a inovTI, que oferece uma gama de serviços para garantir transições para a nuvem sem complicações. Entre em contato e entenda como podemos ajudá-lo a migrar seu ERP para a nuvem.

0 Compart.
Compartilhar
Compartilhar