loader image

Por que object storage na nuvem é melhor para o seu negócio?

7 jul 2021 | Soluções

O armazenamento de dados é um dos principais temas discutidos nas empresas brasileiras.

Quando se fala no assunto, o Object Storage ganha bastante atenção.

Para organizações que desejam se tornar Data-Driven, ou seja, orientadas por dados, ter essa preocupação é ainda mais importante.

Não é à toa que, segundo a projeção da IDC, até 2025, mais de 80% dos dados do mundo inteiro serão da tipologia não-estruturada. Significa que fotos, vídeos, áudios, textos criptografados serão a maioria.

Mas com tantas informações sendo ministradas simultaneamente, como é possível garantir um armazenamento eficiente e seguro? Essa é a proposta do Cloud Object Storage.

Uma das mais modernas e importantes formas de conseguir armazenar grande volume de dados.

Se você quer entender melhor como ele funciona, este artigo veio para aprofundar seus conhecimentos.

Mesmo que você ainda não tenha ouvido falar no assunto. Aproveite a leitura e entenda os principais pontos ligados a ele. 

O que é Object Storage?

O armazenamento com segurança na jornada e com o formato correto é um grande desafio. Especialmente, à medida que empresas conseguem capturar e receber grande volume de dados. O Object Storage, também conhecido como armazenamento de objetos, é a solução para esse cenário.

Quando os dados não são estruturas, ou seja, não é possível os organizar facilmente em um banco de dados tradicional, com linhas e colunas, esse tipo de armazenamento realiza essa tarefa para facilitar o seu manuseio.

Boa parte dos dados recebidos vem da internet e não são estruturados. Por isso, é muito importante conseguir fazer um armazenamento eficiente. E, desse modo, garantir que sejam utilizados de alguma maneira nas organizações. Entre eles, estão:

  • – e-mails;
  • – vídeos;
  • – fotos;
  • – páginas da Web;
  • – arquivos de áudio;
  • – dados de sensores;
  • – conteúdos textuais — ou não — da Web.

Meios de comunicação, mídias sociais, dispositivos inteligentes, mecanismos de buscas. Todos controlam dados que podem ser armazenados no Object Storage.

Quais as principais características do Object Storage?

1- Durabilidade e disponibilidade: replica automaticamente objetos entre vários domínios a uma altera durabilidade;

 

2- Escalabilidade ilimitada: armazenar qualquer tipo de dado, independentemente do seu volume, como vídeos, backups e logs;

 

3- Alta taxa de transferência: permite transferir em uma rápida velocidade grande volume de dados, sem precisar, necessariamente, sobrecarregar uma rede;

 

3- Autocorreção: a integridade desses dados é monitorada via checksums. Em caso de corrompimento, os dados são corrigidos automaticamente com base nas cópias feitas automaticamente. Ou seja, tudo tem seu backup feito sozinho;

 

4- Criptografia para todos: todos os dados armazenados são criptografados pelo algoritmo AES 256;

 

5- dimensionamento elástico: o Object Storage é dimensionado de forma elástica e sem limites. Portanto, não há necessidade de estimar seu tamanho desde o início. Em outras palavras, não é preciso adquirir um grande pacote de uma só vez;

6- Fácil integração: por fim e, não menos importante, é a integração de fácil efeito e rápido, com qualquer outro tipo de sistema. 

Qual a importância do Object Storage?

Por que object storage na nuvem é melhor para o seu negócio

Hoje as empresas precisam ser o mais estratégicas possível. Para que isso ocorra com eficiência, os dados precisam estar disponíveis e serem de fácil interpretação. 

Aqueles segmentos que trabalham continuamente com dados não-estruturados necessitam, mais do que nunca, identificar mecanismos que garantam a gestão eficiente. Além disso, é possível realizar backups em nuvem com segurança, sem impactar na escalabilidade do seu negócio.

Dessa forma, o armazenamento de objetos ocorre em nuvem, dispensando qualquer tipo de serviço físico.

Inicialmente como um formato de arquivamento e backup de dados, ele permite a escalabilidade de grandes blocos de dados, como Terabytes (TBs), Petabytes (PBs), entre outros.

Para acessar os dados, os aplicativos precisam usar apenas chamadas comuns de API RESTful baseadas em HTTP, como PUT, GET ou POST, simplificando o processo de acesso e gerenciamento de dados.

Cada um dos metadados incluem identificadores exclusivos, que permitem personalizar as informações. Por exemplo, você pode incluir informações extremamente detalhadas, configurando seus níveis de proteção de dados.

Por que investir no Object Storage?

 Existem uma série de benefícios que serão levantados a partir do momento de implantação do Object Storage. Entretanto, para conseguir compreender melhor quais as diferenças entre armazenamentos em objeto, arquivo e blocos, é preciso levantar alguns itens. 

O principal intuito desse tipo de armazenamento é acompanhar as voláteis mudanças dos dados. Eles podem ser transacionais e coletados em volumes menores, organizados em um banco de dados simples. Entretanto, com o tempo, esse volume pode enriquecer e tornar o servidor de dados obsoleto.

Sendo assim, aquela organização que já entende sua necessidade de trabalhar diariamente com conteúdos provenientes da internet, precisa estar ciente da necessidade de um armazenamento que consiga acompanhar todo esse volume.

Afinal de contas, quem deseja ficar sem aproveitar os benefícios que canais como as redes sociais podem gerar, não é mesmo? Sendo assim, quem deseja ter um servidor flexível, que se adapta a diferentes plataformas, é importante buscar investir em uma solução que tenha o Object Storage.

Como contratar um Object Storage?

Antes de mais nada, é preciso conhecer os seus volumes de dados hoje e entender a perspectiva futura. Mesmo que hoje seus dados não-estruturados tenham pouco volume, se você olhar seu planejamento, pode ver que futuramente, esses dados não serão comportados em qualquer local.

Como a contratação de um Object Storage dispensa a necessidade de conhecer o real volume de dados, é uma excelente opção incluí-lo na lista de soluções para seu negócio. Já que ele acompanhará o seu crescimento.

Em seguida, faça uma avaliação de empresas que são especialistas no assunto e que entreguem não só a melhor solução, mas também ofereçam todo suporte necessário para o sucesso da armazenagem.

A inovIT, por exemplo, já é uma das empresas referências, quando o assunto é Object Storage. Além de todas as facilidades oferecidas pelo modelo de armazenagem, apresenta recursos de armazenamento dedicados para um melhor desempenho e segurança. Além disso, permite a criação e administração da própria cloud de dados. E isso com hardware da equipe Zadara.

Quer saber mais como você pode aproveitar as facilidades do armazenamento em objeto? E, ainda, entender como todos os seus dados serão tratados com a inovTI Cloud & Datacenter? Aproveite para entrar em contato conosco e saber mais sobre o assunto!


Cloud Computing