loader image

Benefícios do Cloud para a gestão financeira.

1 set 2022 | Cloud, Soluções

O Cloud Computing é um aliado das empresas que buscam por autonomia, segurança, escalabilidade e otimização de custos. Além de proporcionar flexibilidade ao setor financeiro, ele ainda gera a otimização de processos e mais dinâmica para os gestores.

É importante destacar que a gestão financeira, quando ineficaz, pode trazer grandes prejuízos às organizações e inclusive, até proporcionar a falência das mesmas. Diante desse cenário, é impossível não pensar no cloud, como um poderoso aliado, o qual tem como objetivo facilitar e otimizar o trabalho dos gestores, através de sistemas em nuvem e assim, proporcionar ganho de velocidade, produtividade e segurança. De acordo com a pesquisa “Rastreados de infraestrutura Corporativa Trimestral Mundial: Comprador e Implantação na Nuvem” da IDC (International Data Corporation), houve um aumento na comparação de ano a ano (2020 ~ 2021) de 6,6% no investimento em infraestrutura em Nuvem. Ainda de acordo com a consultoria, o mercado está prevendo que até 2025 devem atingir a casa dos US $118 bilhões.

Entendendo o Cloud no setor Financeiro

Segundo o estudo “Future of finance: Finance disrupted” da KPMG, 50% dos líderes do setor financeiro, acreditam que novas tecnologias e big data, são os maiores disruptores para o setor. Ou seja, tecnologias de automatização baseadas em cloud computing devem fomentar um novo modelo operacional para a área financeira, onde buscam entregar mais valor com menos esforços e segurança.

Benefícios do Cloud para a gestão financeira

Como já mencionado o Cloud Computing para o setor financeiro é o presente e o futuro para as organizações que pretendem atingir seus objetivos, tendo em vista que hoje esse setor lida com a demandas extremamente sensíveis e confidenciais, como: contabilidade, tesouraria, gestão de tributos, demonstrações financeiras e planejamento orçamentário. Por isso que, ao adotar a nuvem como uma aliada nos processos, a sua empresa estará adquirindo benefícios, como:

  1. Auxílio na tomada de decisões
    Segundo a KPMG, em média 42% dos executivos dizem que um obstáculo para inovação é a incapacidade de agir sobre sinais críticos para o futuro dos negócios. Ou seja, através da nuvem, podemos colher informações valiosíssimas da organização, que podem ajudar a prever o futuro, tornando o setor mais crítico e valioso de qualquer empresa – o financeiro – um poderoso aliado para o crescimento e desenvolvimento constante das organizações, principalmente quando a equipe for lidar com demandas como: Gestão de tributos ou até planejamentos orçamentários.
  2. Otimização de custos
    Através do acompanhamento dos dados em nuvem, a gestão da área financeira possibilita maior acompanhamento do fluxo de caixa, previsão orçamentária, otimização de investimentos e um dos grandes desafios no Brasil, que é a gestão de tributos, sendo uma função essencial para que as organizações estejam em conformidade com as leis brasileiras. Para entendermos mais profundamente a questão de otimização de custos, selecionamos 3 pontos importantes e que é possível notar algumas diferenças quando comparado com o armazenamento local com o cloud computing. Confira abaixo:- Redução dos custos no setor financeiro: Através do Cloud, terá redução de custos relativos à mão de obra especializada em TI, compra de softwares, instalação, configuração e manutenção de estruturas físicas. Isso porque, o setor financeiro terá total autonomia, utilizando soluções em nuvem, que não necessitam de uma equipe ou infraestrutura especializada para fazer instalações ou manutenção.

     

    Ganho de produtividade: Com o cloud computing, toda a equipe do financeiro terá acesso às ferramentas e aplicativos corporativos, otimizando tempo. Garantindo que invistam mais as suas horas de trabalho com a estratégia do que operacional, uma vez que o setor financeiro precisa lidar com assuntos e alinhamentos extremamente importantes e até determinantes para o futuro da organização.

    Maior autonomia e flexibilidade: A nuvem possibilita maior flexibilidade quando se fala sobre capacidade de armazenamento, utilizando nuvens híbridas por exemplo, você pode contar com a visibilidade de consumo em tempo real, controle de custos atuais e futuros e até determinar budgets de gastos em cloud. Coisa que não acontece quando lidamos com estruturas físicas. Como vimos, o setor financeiro terá maior possibilidade de gerenciar os recursos financeiros para que possam gerar uma economia saudável e sustentável, garantindo a estabilidade financeira da organização.

  3. Aumento na segurança dos dados

O setor financeiro ainda faz backups manuais para evitar perdas de informações extremamente importantes? Ou sempre que finalizam um arquivo, precisam estar salvando e armazenando, dentro dos servidores físicos? Já imaginou ter um novo cenário onde os backups e os arquivos são salvos automaticamente? Com os sistemas em nuvem é possível. Além disso, ganha-se mais segurança, pois os acessos são estritamente protegidos, através de logins únicos e intransferíveis.

Em suma, migrar para a Nuvem o setor financeiro faz com que se tenha uma gestão eficiente, completa, flexível e automatizada. Aumentando o controle financeiro, estoque, gestão e fluxo de caixa. Além de poderem gerir de forma mais estratégica a movimentação bancária e até preparar com mais precisão os planejamentos do departamento. Sendo uma estratégia extremamente eficaz para as organizações que buscam estar sempre atualizadas e que desejam ter uma equipe mais preparada, estruturada a ponto de garantir otimização de custos e alocação de recursos melhores.

Recomendamos que, ao finalizar a leitura deste artigo, compartilhe para os tomadores de decisões deste setor. Uma vez que consideramos essencial e estratégico a utilização dos recursos em nuvem, para todas as empresas de diferentes portes.